Skip to content

Conselho discute novo mestrado profissional da Uninove

março 7, 2012

Uma das conselheiras é pró-reitora acadêmica da universidade privada

Na reunião do dia 29 de fevereiro do Conselho Estadual de Educação de São Paulo, os debates para aprovações não levaram muito tempo. O plenário se dedicou mais a temas que não requeriam votações ou decisões, como o lançamento da pós-graduação profissionalizante em Educação da Universidade Nove de Julho (Uninove) – o “Mestrado Profissional em Gestão e Práticas Educacionais”. A Uninove é um estabelecimento privado.

A conselheira Rose Neubauer foi uma das representantes do Conselho no evento: “acho que é uma iniciativa interessante, pioneira, atendendo interesses de pessoas para atuar dentro da escola com formação mais prática” opinou a conselheira. Para o desenvolvimento do curso, a Uninove contou com a parceria da SEE e com a Capes. Segundo Palma Filho, conselheiro que também estava presente, o secretário Herman Voorwald recebeu a proposta com animação.
Para Rose, o Conselho deveria estimular outras universidades a se “aventurarem” em mestrados profissionalizantes.

Outro conselheiro que engrossou o coro foi Arthur Filho, que cumprimentou a Uninove e a SEE, e disse que as universidades têm que “quebrar a resistência impertinente em relação ao mestrado profissional”. Ele diz acreditar que os mestrados acadêmicos são incompatíveis com o mundo profissional. E no mestrado e doutorado, inclusive, os alunos não podem exercer atividades magisteriais concomitantes, algo que considera um erro.

“O mestrado profissional não é muito bem compreendido ainda. Ele tem preocupação maior que o mestrado acadêmico: além da avaliação, ainda exige a produção de um relatório, de um artefato que vai ser útil para o trabalho [a ser realizado nas escolas]”, afirmou a conselheira Maria Cristina Storópoli, que é Pró-Reitora Acadêmica da Uninove.

Por último, Rose sugeriu que os responsáveis pelo curso venham apresentar o projeto aos conselheiros.

Palma informou que no dia 21 de março terá discussão na Faculdade de Educação da USP sobre mestrado profissional, e a SEE foi convidada a compor a mesa. “Lá… essas inovações não são lá muito bem recebidas, mas iniciativas estão sendo tomadas pelo professor Afrânio Catani, que resolveu fazer a discussão”.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: