Skip to content

Conselho municipal marca reunião extraordinária para discutir programa Mais Educação São Paulo

agosto 30, 2013

O anúncio feito pela Secretaria Municipal de Educação (SME) de São Paulo de mudanças na organização do ensino no municícpio continua a repercutir na mídia, no Conselho Estadual de Educação (CEE-SP) e entre os profissionais da rede e demais interessados que têm até o próximo dia 15 de setembro para enviar suas contribuições e contrapropostas.

Na reunião do Conselho Municipal de Educação de São Paulo (CME-SP) desta quinta-feira (29/08), cada um dos conselheiros recebeu uma cópia impressa do Programa Mais Educação São Paulo, enviada pelo Diretor de Orientação Técnica (DOT) da SME, Fernando José de Almeida. Tendo em vista a proximidade da data para que as contribuições possam ser enviadas, os conselheiros agendaram uma reunião extraordinária em que discutirão o assunto para o dia 9 de setembro (segunda-feira), às 15h. Lembrando que as reuniões ordinárias do CME-SP ocorrem semanalmente, as quintas-feiras, na rua Taboão, 10, no bairro paulistano Sumaré.

 

Educação infantil

Além do agendamento da reunião extraordinária, o presidente do CME-SP, João Gualberto de Menezes, deu informe quanto à criação de uma comissão que analisará as mudanças na avaliação de alunos da educação infantil, ocorridas a partir de abril deste ano com a alteração da Lei de Diretrizes e Bases (LDB).

De acordo com a Lei Federal 12.796, sancionada pela Presidenta Dilma Rousseff no dia quatro de abril, a avaliação deste nível de ensino será realizada “mediante acompanhamento e registro do desenvolvimento das crianças, sem o objetivo de promoção, mesmo para o acesso ao ensino fundamental”. Além disso, a carga horária mínima deve ser de 800 horas por ano, com atendimento “de, no mínimo, quatro horas diárias para o turno parcial e de sete horas para a jornada integral”.

A comissão será formada por profissionais da educação que trabalham na educação infantil, por técnicos da SME e pelas integrantes do conselho Maria Auxiliadora Ravelli e Zilma Ramos de Oliveira. “Nós já estamos discutindo algumas propostas para a avaliação destas crianças e vamos fazer um trabalho conjunto com as professoras da educação infantil”, disse a conselheira Maria Auxiliadora.

Anúncios
One Comment leave one →
  1. Carlos Henrique Tretel permalink
    setembro 2, 2013 11:56 pm

    Acessando o link para o Programa Mais Educação de São Paulo, disponibilizado no corpo desta matéria, tentei assistir ao vídeo sobre Autonomia na Gestão – uma construção coletiva, http://maiseducacaosaopaulo.prefeitura.sp.gov.br/autonomia-na-gestao-uma-construcao-coletiva/ , postado pelos profissionais da educação da EMEF Desembargador Amorim Lima, http://www.amorimlima.org.br. No entanto, não consigo alterar a configuração de SEM ÁUDIO para COM ÁUDIO. Alguém poderia me ajudar?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: