Skip to content

Conselheiros debatem nova iniciativa da secretaria estadual sobre alfabetização

outubro 4, 2013

Ainda em fase inicial, grupo de trabalho se reunirá na quarta-feira que vem (09/10)

Na sessão do Conselho Estadual de Educação de São Paulo (CEE-SP) da última quarta-feira (02/10), os conselheiros debateram a proposta da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo (SEE-SP) de formação de um grupo de trabalho, em parceria com a sociedade civil, para tratar a alfabetização.

De acordo com o conselheiro Jair Ribeiro da Silva, que comunicou a proposta aos presentes, vai ocorrer um primeiro workshop sobre a questão no dia 09/10, próxima quarta-feira. Cinco temas prioritários foram escolhidos para um debate em grupos: gestão da escola, através da capacitação de diretores para criar metas de alfabetização; trabalho com o material escolar; tecnologia em sala de aula; influência da pré-escola; e a formação de professores alfabetizadores. Alguns conselheiros da Câmara de Educação Básica participarão deste primeiro encontro.

A conselheira Bernadete Gatti afirmou que “o lastro que a Secretaria de Educação do Estado tem na questão da alfabetização é muito grande”, citando o programa Ler e Escrever, que inclui um conjunto de linhas de ação articuladas com formação, acompanhamento, elaboração e distribuição de materiais pedagógicos. O programa busca promover a melhoria do ensino na rede estadual e é voltado para as séries iniciais do Ensino Fundamental. “O programa Ler e Escrever é um sucesso. Só não é maior porque não tem apoio suficiente e deveria ter”, afirmou Bernadete.

A conselheira questionou, porém, a existência de representação dos professores da rede nesse projeto. “A rede já tem um modo de funcionamento e eu acho que a gente parte de alguns pressupostos que nem sempre são verdadeiros. Eu teria muito cuidado com esse tipo de projeto. Nada contra, mas acho que a mobilização para isso deveria incluir uma boa representação da rede, porque pode estar fadado ao fracasso.”

Para a professora, programas desse tipo devem envolver as diretorias de ensino e a verificação de projetos já em curso. “Estou cansada de ver transplante de programas e projetos de educação de outros lugares ir para o brejo, porque a nossa cultura funciona de um jeito e nós ignoramos isso. Eu tenho muita preocupação com isso. A secretaria precisaria ter pensado um pouco melhor.” Para ela, há muitas ideias externas que não casam com a estrutura, a legislação e o funcionamento cultural do sistema.

De acordo com Jair, o grupo de trabalho é liderado pela própria Secretaria. Foi feita uma avaliação com cinco mil crianças no quarto ano e constatou-se que há um volume grande de crianças que são “alfabéticas, porém não alfabetizadas”, disse. Para ele, a ideia desse trabalho é resolver o problema da alfabetização através de várias frentes. “Apesar de São Paulo ser o melhor estado da federação e do Ler e Escrever ter tido esse impacto, nós temos um estoque, um volume de crianças que não estão sendo propriamente alfabetizadas”. O conselheiro reforçou que essa é uma primeira reunião e que os elementos não vão ser definidos nesse encontro.

A conselheira Maria Helena Guimarães também citou os resultados sobre o programa Ler e Escrever e a importância da participação da rede. “Só chega na sala de aula se de fato os professores entenderem e forem convencidos de que esse é um projeto que vale a pena”, disse. No mesmo sentido, o conselheiro Walter Vicioni reforçou que é necessário ver o que já está em curso e que pode ser aproveitado. Jair apontou que a questão de continuidade é importante e que a ideia básica do grupo de trabalho é reforçar o que já existe em outras ações da Secretaria.

Devido à pauta e ao quórum apertado da sessão dessa quarta, a presidenta Guiomar Namo de Mello se comprometeu a recolocar essas questões em discussão para que os conselheiros opinem e debatam, “para ter, pelo menos no Conselho, uma discussão transparente”.

Escola de liderança

Jair Ribeiro também informou aos conselheiros que a SEE está trabalhando na estruturação de uma escola de liderança dentro da Secretaria. Segundo o conselheiro, o grupo está sendo formado e ainda em fase preliminar. Dentre os participantes estão a Fundação Lemann, o Instituto Unibanco e o Instituto Península. “Nós estamos no comecinho do desenho. A ideia é termos uma estrutura para capacitar ou formar os diretores, os vices, os dirigentes de ensino, os supervisores e os coordenadores da própria secretaria a poder gerir melhor suas próprias atividades”.

Ele também falou sobre o desconhecimento do programa Educação: Compromisso de São Paulo (ECSP) (leia aqui o levantamento feito pelo Observatório na época do lançamento do programa). “Uma coisa que me preocupa é que hoje um programa da Secretaria, que engloba todas as áreas, é muito pouco conhecido, principalmente pelos formadores de opinião, que são pessoas fundamentais que devem conhecer, acompanhar e contribuir com esse projeto”.

O conselheiro propôs que se pensasse em sugestões de como se poderia difundir o programa de uma melhor forma. “Pouco se fez para divulgar o programa de uma forma mais densa para os formadores de opinião”, disse. Para Maria Helena, devem ser feitas apresentações do ECSP em pequenos grupos diversificados, com especialistas, jornalistas, professores de universidades, entre outros setores ligados à educação.

Informes

Representantes de quatro instituições  que assinaram convênio com o CEE para a produção de pareceres técnicos estavam assistindo a plenária dessa quarta. São elas: Faculdades Adamatinenses Integradas, do conselheiro Márcio Cardim, Faculdade de Tecnologia Carlos Drummond de Andrade, Colégio Técnico José Bonifácio, ligado à Unesp, e a Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas.

Anúncios
One Comment leave one →
  1. Carlos Henrique Tretel permalink
    outubro 4, 2013 10:58 pm

    Não entendi o último parágrafo da matéria quando diz que “representantes de quatro instituições que assinaram convênio com o CEE para a produção de pareceres técnicos estavam assistindo a plenária dessa quarta…”. Que convênio é esse? Ele se encontra disponível para consulta em algum site?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: